Fatias de pequenos-almoços repara(dores)

Partilha a tua sensação
Os últimos dias não têm sido fáceis. Contrastam com as imagens bonitas com que vou povoando o blogue, o instagram e o facebook. Tenho dores de cabeça. Dito assim, de forma tão directa, até parece um problema simples ou de fácil resolução. Mas não tem sido. Tenho dores se como certos alimentos, tenho dores senão como certas coisas. Tenho dores se durmo muito, tenho dores se durmo pouco. Tenho dores se faço exercício físico, tenho dores senão faço exercício físico. Estão a perceber a ideia que quero transmitir, certo? 2017 tem sido um pouco perverso neste sentido. E se há uns meses pensava que este problema tinha sido resolvido para sempre, hoje apercebo-me que o sempre é uma unidade de tempo muito poderosa de difícil alcance.







Se é nos piores momentos que as pessoas tóxicas que nos rodeiam se revelam, também é nos piores momentos que apreciamos as mais singelas dádivas da vida. São estes momentos de fragilidade que me fazem perceber a sorte que tenho, a sorte dos mimos que recebo, a sorte das boas pessoas que me animam, a sorte de receber pequenos almoços preguiçosos, a sorte de ter bons amigos que ficam comigo mesmo quando as dores aparecem, a sorte de ter alguém que me massaja a cabeça sem pedir nada em troca, a sorte de todos os dias ter acesso a um maravilhoso nascer de sol, a sorte de sonhar todos os dias acordada com um mundo melhor, a sorte de todos os dias dar um passo na defesa da minha moral e dos ideais em que acredito. Por isso, mesmo nos dias incertos é preciso relativizar, encontrar a paciência necessária para acreditar que tudo irá passar. E tudo irá passar. Nem que para isso, pedinche todos os dias pequenos-almoços repara(dores).



Fatias de Limão e Framboesa

Ingredientes
125g de manteiga
3 colheres de sopa de mel
Sumo de 1 limão pequeno
Raspa de 1 limão
2 ovos
½ de chávena de açúcar
2 ½ chávenas de farinha
3 colheres de sopa de leite
100gr de framboesas
1 colher de sopa de açúcar mascavado


Pré-aquecemos o forno a 160ºC. Derretemos a manteiga numa caçarola, juntamente com o sumo de limão e o mel. Tiramos do lume e reservamos. Numa taça juntamos os ovos e o açúcar e batemos bem, até a mistura dobrar. Adicionamos o preparado da caçarola. Voltamos a mexer bem. Peneiramos a farinha e o fermento para a mistura anterior. Adicionamos o leite, mexendo sempre. Vertemos a massa numa forma de pão previamente preparada. Numa taça à parte, esmagamos as framboesas de forma grosseira com a colher de açúcar mascavado. Vertemos por cima da massa. Com a ponta de uma faca, fazemos com que as framboesas esmagadas penetrem na massa. Levamos ao forno durante cerca de 40 minutos, ou até a massa estar cozida. Deixamos na forma durante cinco minutos e depois desenformamos para uma rede de arrefecimento. 












Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: